Monografia

Segunda, 28 Abril 2014 16:09

Mestre Canjiquinha - Washington Bruno da Silva

    Avalie este item
    (5 votos)

    Washington Bruno da Silva, Mestre Canjiquinha nasceu em 25 / 11 / 1925 e viveu até 08 / 11 / 1994, filho de José Bruno da Silva um grande alfaiate e de Amália Maria da Conceição uma lavadeira.

    Nascido no Maciel de baixo n°06 (em cima do armazém de Nicanor) localizado nas imediações do Pelourinho. Seu apelido foi dado por amigo devido a um samba de Roberto Martins o qual era a única coisa que sabia cantar, Canjiquinha Quente era o nome da música.

    Seu primeiro contato com a capoeira foi num local conhecido como banheiro de seu Otaviano na frente de uma quitanda no Matatu Pequeno, Brotas na Baixa do Tubo. Num dia de domingo em 1935 um cidadão chamado Antonio Raimundo (Mestre Aberre) convidou Canjiquinha a participar da brincadeira que ali rolava, e a partir da agilidade demonstrada por Canjiquinha mestre Aberre decidiu-o treinar. Passou 8 anos aprendendo, quando seu mestre disse: - Meu filho você corre este lugar aí, o que você ver de bom você pega e de ruim você deixa pra lá.

    Neste lugar encontrei homens como: Onça Preta, Rosendo, Chico Três Pedaços, Zé de Brotas, Silva Boi, Dudu, Maré e outros.

    Neste meio tempo foi sapateiro, carregador de marmita, tirava carga na feira com jegue, foi goleiro do Ypiranga esporte clube, mecanógrafo, e também apresentador de shows folclóricos.

    Na opinião de Mestre Canjiquinha a capoeira não existe divisão entre angola e regional, ele dizia que ele era capoeira e obedecia ao toque, se tocar maneiro jogo amarrado, se tocar apressado você apressa.

    Mestre Canjiquinha dono de um repertório inesgotável de músicas e improvisos, tendo uma grande facilidade de comunicação com o publico, acho que devido a essas foi convidado a participar de alguns filmes como: O Pagador de Promessas, Operação Tumulto, Capitães de Areia entre outros, alem de algumas fotonovelas com Silvio César e Leni Lyra. Teve como alunos alguns até renomados a mestre: Antonio Diabo, Burro Inchado, Madame Geni, Victor Careca, Robertão, Manoel Pé de Bode, Paulo dos Anjos, Brasília, Lua Rasta, Cristo Seco entre outros mais.............

    “ Capoeira que é bom não cai 
    Mas quando cai, cai bem ”

    Ler 7599 vezes
    Mestre Jogo de Dentro

    Mestre de Capoeira

    1 Comentário

    • Link do comentário Marcelo Dias Quinta, 04 Junho 2015 08:58 postado por Marcelo Dias

      Aconteceu e até hj eu me lembro pois foi num dia de novembro e nem bem amanheceu. Eu falar para vcs oi oq foi q aconteceu a cidade já sabia pois a notícia correu no jornal saiu escrito: foi canjiquinha q morreu. Foi simbora mais um mestre, foi simbora mais um mestre conhecido e respeitado grande contador de histórias oi iaia e sempre será lembrado jogou na roda de bambas e foi homenageado não existe na Bahia olha quem não conhece uma canção q fale do canjiquinha filho de Cosme e Damião. E é por isso q eu canto oi é por isso q eu ora meu Deus eu repito este refrão vem saudar um grande mestre ou iaia pra alegria da nação camaradinha viva esse mestre...

      Relatar
    Entre para postar comentários